Causa da morte de Marília Mendonça é revelada: “Politraumatismo”

Outras quatro pessoas do acidente aéreo em Minas Gerais também morreram por causa de politraumatismo

Causa da morte de Marília Mendonça é revelada: "Politraumatismo"
(Foto: Reprodução/Instagram)

A Polícia Civil de Minas Gerais já sabe a causa da morte da cantora Marília Mendonça. Em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (25), a PCMG afirmou que a cantora morreu por causa de politraumatismo. O médico legista Thales Bittencourt de Barcelos disse que a cantora sofreu politraumatismo por causa do impacto no acidente aéreo em Caratinga, Minas Gerais. Portanto, as outras quatro pessoas que estavam no avião bimotor também morreram de politraumatismo, que são eles: tio e assessor da cantora, Abicieli Silveira Dias Filho, o produtor Henrique Ribeiro, o piloto, Geraldo Medeiros e o copiloto, Tarciso Viana.

De acordo com o portal G1, a polícia trabalha em duas frentes para que descubra a causa do acidente. A primeira é a de que o acidente teria sido provocado por fios de alta tensão. Por isso, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) está sendo investigada. Vale ressaltar que a empresa disse em nota que trinta mil pessoas ficaram sem energia depois do acidente.

A segunda frente é uma possível pane nos motores do avião. Só que essa investigação depende do Centro de Prevenção e Investigação de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

O delegado Ivan Lopes Sales ouviu um piloto que conversou com a aeronave da cantora. O piloto revelou que a aeronave estava em procedimento de pouso. Portanto, o piloto do avião da cantora disse por duas vezes que estava pousando, mas não citou problemas.

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) está investigando a instalação de torres de transmissão da Cemig em Caratinga para que descubra novas evidências. Só que a autarquia não é a única, pois o Ministério Público Federal (MPF) auxilia nas investigações.

Processo contra à Cemig

O acidente com a cantora Marília Mendonça deixou muitas pessoas se perguntando, o porquê disso? Mas outras acreditam que ele poderia ter sido evitado. Esse é o caso da filha do piloto, Geraldo Medeiros. Em uma rede social, Vitória Medeiros lamentou a falta de sinalização na rede elétrica em Caratinga, pois acredita que essa é a causa do acidente. Vitória disse que irá processar a Cemig para que vidas sejam salvas.

“Só tenho uma coisa a falar por hora: se tivesse essa sinalização tudo poderia ser diferente. E isso vai ser importante, principalmente, para poder proteger a vida de outras pessoas caso haja uma emergência.”

Leonardo França

Leonardo França

Formado em Administração pela UFCG e especialista em Marketing Digital pela Unopar.