Juliette Freire fala sobre comparações com Eslovênia, do BBB22: “As pessoas são únicas”

As duas são paraibanas, mas a campeã do BBB21, Juliette, discorda das comparações

Juliette Freire fala sobre comparações com Eslovênia, do BBB22: "As pessoas são únicas"
Juliette Freire e Eslovênia (Foto: Reprodução)

Juliette Freire conseguiu o que ninguém ainda tinha conseguido: sair do BBB 21 com mais de 29 milhões de seguidores no Instagram. A paraibana também foi consagrada como a grande campeã do reality da Globo. Por isso, todos se inspiram nela para conseguir lograr êxito, principalmente em um reality show.

Parece que isso está acontecendo com Eslovênia, do BBB 22. Os internautas entendem dessa forma já que comparam a também paraibana com Juliette Freire. Só que a verdadeira Juliette Freire não concorda com essas comparações. Em entrevista no PodCats, com Virginia Fonseca e Camila Loures, na terça-feira (25), Juliette deu a sua opinião sobre o assunto. Para ela, as comparações vão cair por terra, pois as pessoas são únicas.

“É estereótipo. Eu entendo que pelo sotaque, tem uma pitadinha de colocar um rótulo. É pelo estereótipo, pela região [Nordeste]. Mas, com um tempinho, isso já cai por terra, a personalidade fala [por si]. É a primeira semana [do programa]. As pessoas são únicas.”

Natália, do BBB 22, também está com o mesmo pensamento de Juliette, pois criticou a sister, Eslovênia, por querer imitar a campeã. Depois do primeiro paredão que eliminou Luciano Estevan, Natália deu a sua opinião sobre o jogo da sister.

“Tem gente tentando ser a Juliette, mas a Juliette é única […] e não sou só eu que acho.”

Novos projetos

Juliette Freire é uma sonhadora que não para de sonhar. A paraibana disse no PodCats, com Virginia Fonseca e Camila Loures, que quer se consolidar no mundo da música. Ela reconhece que ainda é muito inexperiente nesse universo, mas pretende galgar na sua carreira.

“Eu queria muito que a minha música desse certo e eu me consolidasse. Porque eu tô muito nova, muito verde nesse mundo. É um mundo muito difícil, que tem que se dedicar muito. Então eu espero que a música dê certo, que eu siga em paz, feliz, vendo sentido em tudo isso, porque é um mundo diferente.”

Leonardo França

Leonardo França

Formado em Administração pela UFCG e especialista em Marketing Digital pela Unopar.