Ludmilla manda adiantar 10 cachês de shows para ajudar os seus músicos durante a quarentena

A pedido de Ludmilla, empresário se reúne para tratar do adiantamento dos cachês dos músicos da funkeira

Ludmilla (Foto: Reprodução/Instagram)

Em meio a pandemia de coronavírus, que tudo indica que vai durar por um longo período, a funkeira Ludmilla teve uma atitude louvável. De acordo com o colunista Leo Dias, do portal UOL, o empresário Alexandre Baptestini se reuniu na manhã desta quarta-feira (25) com produtores de shows no escritório que gerencia a carreira da funkeira, localizado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, para tratar sobre o adiantamento de 10 cachês de eventos suspensos, que a pedido de Ludmilla serão repassados para os músicos que trabalham com ela.

A atitude de Ludmilla é louvável, pois os músicos poderão usar esse dinheiro adiantado para as necessidades pessoais durante a pandemia de coronavírus, que não tem data certa para chegar ao fim.

Um produtor de Ludmilla, identificado como Douglas Oliveira, revelou ao colunista que 5 cachês adiantados são referentes a eventos de março e os demais a apresentações de abril. Inclusive, o produtor adiantou que novas reuniões poderão ser realizadas caso a pandemia se pendure além de abril e revelou que o dinheiro adiantado entrará nas contas dos músicos até a próxima segunda-feira.

“O escritório vai adiantar para gente 10 cachês, 5 referentes a março e 5 referentes a abril. Se no final de abril não houver nenhuma perspectiva de volta, a gente senta e negocia novamente. Isso pelo menos dá uma boa ajuda para gente. Até segunda-feira a gente deve receber esse valor”

Outras ações de famosos em meio a pandemia

Embora essa seja a primeira ação efetiva com relação ao funk brasileiro, outros artistas de estilos diferentes vinham demonstrando boas ações solidárias em meio a pandemia de coronavírus. Um deles foi o sertanejo Eduardo Costa, que segundo o Fofocalizando, do SBT, doará R$ 2,5 milhões para o Sistema Único de Saúde justamente para auxiliar no atendimento as pessoas acometidas pela doença. Inclusive, o sertanejo também abriu mão dos direitos autorais das suas músicas visando transferir o dinheiro oriundo dessa ação para o SUS brasileiro.

A ‘rainha dos baixinhos’ Xuxa Meneghel, atualmente apresentadora do ‘The Four’, reality da Record TV, também decidiu doar R$ 1 milhão para o SUS por meio de uma das suas empresas, segundo as informações do colunista Flávio Ricco, do portal UOL.

Para incrementar essa lista de boas ações, o apresentador Luciano Huck anunciou na noite desta terça-feira (24) que criou um fundo solidário no qual ele próprio depositará toda semana a quantia de R$ 100 mil para incentivar projetos sociais em favelas durante a pandemia de coronavírus.

“Eu tomei a decisão com a minha família, tenho conversado com muita gente pelo telefone ao longo dessas semanas, que também tem preocupações parecidas com as minhas, preocupações com as comunidades e favelas. Aí surgiu uma ideia de criar um fundo solidário, que vai ser focado única e exclusivamente para conseguir doações de quem pode doar e focar em projetos sociais que atendam nas favelas do Brasil inteiro. Toda semana, toda segunda-feira, enquanto durar a quarentena, pessoalmente eu vou doar em nome da minha família, da minha mulher e dos meus filhos, R$ 100 mil, toda semana pra esse fundo”

Gusttavo Lima faz sopa especial para a esposa, Andressa Suita, e brinca: “Vou virar cozinheiro”

Apresentador do Jornal Nacional com Covid-19 emociona ao fazer coração na UTI em Teresina